Testei a impressora MFC-T4500DW com tanque de tinta para uso empresarial.

Assine nossa newsletter

Acho que eu nunca testei uma multifuncional com tantas funções como a T4500DW. Ela tem conectividade completa, painel touch screen com soluções de envio direto para nuvem arquivos digitalizados e impressão (dropbox, One Drive, Google Drive) e até fax. E imprime até o A3 com duas possibilidades de alimentação de papel, sendo uma bandeja interna e outra alimentação na traseira. É um equipamento robusto.

Fax? Pois é eu me surpreendi ao descobrir que há ainda muitas empresas que usam essa funcionalidade. De acordo com uma matéria publicada no G1 em 2019 com informações da BBC indicava que existiam 45 milhões de aparelhos deste tipo ativos no Brasil.

Além disso o equipamento tem tanque de tinta, que caiu no gosto do mercado brasileiro, justamente pela praticidade e economia na recarga.

Como podemos ver não se trata de uma impressora para uso residencial para empresas de pequeno e médio porte, entre elas empresas de engenharia, Marketing (não para provas de cor), e empresas no geral que precisam de impressão colorida com baixa tiragem de impressão.

Nossos testes

Eu imprimi diversos documentos em escala de cinza e também colorida e em todos a qualidade surpreende. Mas para ir ao máximo da impressora eu resolvi fazer algumas impressões coloridas de fotos em alta resolução em papel fotográfico com todas as configurações colocadas no máximo das cores.

A impressão naturalmente fica mais lenta e um A4 demorou pouco mais de 5 minutos para ser impresso. A qualidade da imagem é notável, eu usei uma foto cheia de contrastes entre o claro e o escuro, além de degrades de cores. Porém notei pequenas marcas na impressão que provavelmente são dos rodízios que puxa as páginas. E eu perguntei sobre isso para o pessoal da Brother. Eles me disseram que “a qualidade pode alterar e ter marcas em papeis fotográficos mais finos , uma marca comum de acontecer é a marca Espiral”. Nos meus testes eu usei o Papel Glossy Paper Multilaser A4 180G.

A imagem abaixo foi impressa na MFC-T4500DW, digitalizada e teve seu tamanho reduzido para não sobrecarregar o carregamento da página.

Assine nossa newsletter
discretas marcas do rodízio após a impressão em papel fotográfico na mais alta qualidade

O equipamento possui também um scanner que pode ser feito naquele modelo tradicional onde você abre a tampa e coloca a face para ser digitalizada, ou também um alimentador superior para colocar um volume maior de documentos, desde que esses estejam soltos. Nos meus testes esse alimentador em alguns momentos enroscou o papel. E novamente a Brother me explicou. De acordo com “eles o ideal é sempre separar as folhas, e também em casos de papeis com impressões antigas ou que por muito tempo ficaram empilhados ver se não tem estática entre as folhas (aerar após remoção de grampos)”.

E um recurso que muita gente me pergunta: essa impressora imprime frente e verso de forma automática, ou seja, você não precisa imprimir uma face e depois colocar novamente o papel na outra face e seguir com a impressão. Ela vai fazer tudo já de forma automática. O mesmo acontece com o scanner.

Veredito: vale a pena comprar a a impressora MFC-T4500DW

Ela é uma impressora muito específica voltada para um público que precisa fazer impressões até o tamanho A3 com duas fontes de alimentação de papel e um scanner potente que trabalha frente e verso.

Assim como outros produtos da Brother ela tem diversas possibilidades de conexão e tem operação tanto pelo computador quanto pela tela de toque no próprio equipamento.

Porém ao usar um papel fotográfico para impressões em cores de fotos notamos marcas discretas no papel e em alguns testes o carregador de papel superior do scanner apresentou o papel enroscado.

O fato de ser tanque de tinta é um ponto positivo já que permite a recarga de forma simples e econômica. E um painel frontal indica de forma clara o volume de cada tinta.

Assine nossa newsletter

Comentários estão fechados.