Uma olhadinha na tecnologia que vai invadir sua casa na Eletrolar Show 2017

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Quem me acompanha sempre sabe que tenho ido visitar mais feiras nesse ano. Tem sido uma forma mais direta de ter contato com as marcas.
Esse aliás foi o maior balanço da minha cobertura da Eletrolar Show 2017: poder conhecer algumas marcas pessoalmente e principalmente seus equipamentos. É o caso dos celulares Positivo e Quantum que eu já até cheguei a falar aqui, mas nunca tinha colocado a mão.
Aproveito para parabenizar a assessoria D-Freire pela excelente infra e relacionamento com este blog e que me permitiram trabalhar tranquilo na feira e com todas as informações necessárias para isso.
Numa visão geral o que mais me chamou a atenção foi a consolidação do 4K no Brasil e na mesma onda a Semp que é uma marca de atuação tradicional aqui no Brasil e que recentemente passou por uma aquisição e agora vem com uma line-up interessante nesse segmento de TV´s, a paixão por trás da Positivo em criar tecnologias com preços acessíveis e a importância do design nos acessórios da i2go.
E algumas marcas continuam sendo babacas como sempre e como sempre não tem espaço aqui nesse blog.
Mas darei um detalhado abaixo.

Visitando a Eletrolar 2017

Reconhecida como a maior feira B2B de eletroeletrônicos, eletrodomésticos, celulares e TI da América Latina, apresenta números densos, que crescem a cada ano. Criada com o conceito B2B, a Eletrolar Show tem abrangência internacional e se diferencia pela qualificada visitação. É a feira do segmento de eletroeletrônicos que mais cresce no País e apresenta, para o varejo brasileiro, tendências, lançamentos e tecnologia.
E lá fui eu celular na mão e muita curiosidade na cabeça. Nessas feiras tenho adotado a seguinte metodologia: eu vou e dou uma visão geral do evento e anoto aquilo que mais chama a atenção. Depois vejo todos os assessores e marcas que me relaciono e que portanto merecem uma atenção especial e por fim atendo os assessores que me procuram por conta do interesse em sair no Blog do Armindo.
E na Eletrolar não foi diferente. Assim comecei meu passeio pelo stand da Semp. A empresa é fruto de uma joint-venture realizada em meados de 2016 entre a brasileira SEMP, conhecida como a primeira empresa a fabricar um aparelho televisor no Brasil e uma das maiores de eletrônicos do país, com a multinacional chinesa TCL Corporation, terceira maior fabricante de TVs do mundo e quarta maior fabricante mundial de painéis.  E eu confesso que não tinha acompanhado essa movimentação toda da marca, mas ponto pro mercado brasileiro que ganha opções interessantes de aparelhos com tecnologia 4k.
Outro diferencial da marca é o sistema de SmarTV que já vem com GloboPlay embarcado e com um botão dedicado para essa solução.

Os modelos intermediários e premium contam ainda com AndroidTV embarcado dando ainda mais opção para os clientes. No stand pude ver pela primeira vez uma TV 8k e entender como temos ainda o que evoluir em qualidade de imagem e sim o nosso olho consegue ainda perceber o aumento dessa qualidade.
Por fim fui conhecer uma interface que trabalha com reconhecimento facial e de voz bem como aprendizagem cognitiva e inteligência artificial . Ainda só em inglês a marca tem planos para trazer para o português no ano que vem nacionalizando o modelo.
Já a Multilaser estava com um stand enorme, enorme mesmo, do tamanho do portfólio da marca que estava devidamente exposto num espaço belíssimo. Mas eu fui lá pra conhecer o Notebook Legacy. Eu fiquei surpreso com a qualidade do design e visual do notebook que deve estar disponível a partir de agosto. Agora o que chamou a atenção mesmo foi o smartphone MS que possui uma bateria de 4.500 mAH chamada de Monster Battery. Com ela 100% recarregada – de acordo com a empresa – o usuário terá tempo suficiente para até 18 horas de navegação em reses sociais e até 15 horas assistindo vídeos. Caramba!!!

A GE está a fim de acabar com a dor de cabeça de instalar coisas elétricas em casa. Com conhecimento zero é possível instalar um sistema offline de segurança com sensores diversos, faixas de led e luzes que funcionam com um simples toque ou passar na frente. Sem fios, sem alguém pra instalar. Tira da embalagem e cola no lugar e bazinga. Tá tudo funcionando. Eles também estão trazendo para o mercado uma tomada para carregar celulares: a) por que não pensaram nisso antes?; b) quero uma casa com certeza absoluta e o melhor dá pra carregar 4 ao mesmo tempo e de forma rápida. OMG!
 

 

No mesmo stand fui conhecer um pouco as estratégias de marketing da Aquarius do Brasil que faz o licenciamento da marca Masterchef. São cinco diferentes modelos de liquidificadores, seis torradeiras, três batedeiras, três mixers de mão, um multiprocessador e um grill, todos cuidadosamente desenvolvidos com alta tecnologia para atender aos chefs mais exigentes. O design moderno dos aparelhos com revestimento em aço inox prata, preto e vermelho dá um toque especial a qualquer cozinha.

Cada produto tem um opções de entrada e algumas um pouco mais premium garantindo assim que chefs de vários bolsos, gostos e habilidades possam usar. “O objetivo da Aquarius em parceria com a MasterChef em desenvolver um aparelho multifuncional com todas estas funções é trazer uma solução completa e inédita para o Brasil, com melhor custo-benefício”, afirma Marcelo Clemente, diretor comercial da Aquarius Brasil.

Você já deve ter esbarrado com a marca I2GO por ai. Eles vendem dentro de outras lojas aqueles acessórios que a gente precisa pro celular tais como cabos, carregadores e fones de ouvido. A marca lançou na Eletrolar Show 2017 sua linha jeans.

E pude conversar com porta-vozes da marca que mostraram o cuidado que eles tem tido para não ser apenas um fio genérico em algo com estilo e design próprio. A marca também comemorou o fato de já estar presente em 10.000 pontos de venda e para os próximos passos uma meta arrojada: estar a 1km de qualquer consumidor a qualquer momento.

O passeio pelo stand da Positivo foi o que mais me chamou a atenção por um item um pouco incomum num evento desse tipo: a paixão. A marca de fato quer ser uma empresa de aparelhos tecnológicos acessíveis para o maior número de pessoas e mesmo assim procurando design e qualidade até onde o orçamento permite. São celulares de entrada e portanto com preços bem atrativos e hardwares enxutos, porém focados na proposta da marca. Cada decisão ali é coerente.

Já a linha Quantum – que agora pertence à Positivo – apresenta celulares mais premium. Foi a primeira vez que tive contato com os aparelhos – uma reclamação antiga minha – e me pareceram bem robustos e que entregam bem o que oferecem pelo valor, porém por ser uma marca relativamente nova num mercado bem competitivo e com grandes players globais, ainda tem desafios para entrar no gosto do consumidor. E confesso que olharei com mais atenção essas marcas.
E pra acabar fui ver o carro elétrico da Tesla. E aí só fui dar uma olhadinha na cara dele e ver um pedacinho do futuro.

 

Tenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência AceitarLeia mais