MY.GAMES anuncia crescimento de 46% na receita do 2º trimestre de 2020

A marca global de jogos MY.GAMES anunciou um crescimento de 46% no faturamento referente ao 2º trimestre (Q2) de 2020 em comparação ao mesmo período do ano anterior, chegando a US$ 152 milhões. A companhia atingiu 700 milhões de usuários registrados em todo o mundo no 2º trimestre de 2020, graças aos esforços de expansão internacional. De modo geral, as receitas internacionais da MY.GAMES chegaram a 74%. Estados Unidos, Alemanha e Japão são os maiores mercados internacionais.

Os jogos para celulares responderam por 67% do faturamento da MY.GAMES no 2º trimestre, com o Top 5 sendo War Robots, Hustle Castle, Left to Survive, Love Sick: Interactive Stories e Zero City. Os gastos dentro do app nos títulos da MY.GAMES aumentaram 39% no 1º semestre, significativamente acima da média global de 21,2% na comparação com o ano anterior.

A MY.GAMES Store também lançou um sistema embutido exclusivo de atribuição de tráfego, que dá aos desenvolvedores uma melhor compreensão da segmentação de tráfego. Isso levou a uma nova opção de divisão de receita, na qual o desenvolvedor fica com 90% do faturamento do tráfego gerado por ele para a plataforma, com os tradicionais 70% aplicando-se somente no caso do tráfego gerado pela própria plataforma. A MY.GAMES também lançou um novo programa de publicação voltado aos desenvolvedores de jogos do tipo hyper-casual. O novo programa oferece oportunidades de negócio atraentes, com os desenvolvedores ficando com 60% do lucro e um contrato com a MY.GAMES no valor de até US$ 50.000.

A MY.GAMES também segue aprimorando sua performance internacional através do desenvolvimento de seu próprio braço de investimento, o MGVC (conhecido antes como MRGV). Nos últimos três anos, o MGVC recebeu mais de 1.000 inscrições e ofertas de parceria, e fechou com sucesso 25 negócios. Há mais de 30 estúdios parceiros dentro da MGVC no momento, localizados em 14 cidades ao redor do mundo. Histórias de sucesso recentes, como a da Pixonic (War Robots, Dino Squad) e da SWAG MASHA (Love Sick: Interactive Stories) são um reflexo da habilidade da MY.GAMES em criar valor e sucesso financeiro para estúdios através de consolidações.

“Começamos uma expansão global permanente com a divisão de receita internacional de 35% a 70% em relação aos últimos quatro anos. Ao reforçar nosso desenvolvimento para PC, consoles e celulares, tornamo-nos integralmente diversificados e mantivemos um crescimento estável globalmente em todas as plataformas, intensificado ainda mais em função das medidas de lockdown pelo COVID-19. Nosso objetivo é figurar entre os 25 maiores players globais através da marca MY.GAMES, na qual seguiremos investindo continuamente”, сomentou Vasily Maguryan, CEO da MY.GAMES.

“Em face dos desafios impostos às nossas equipes globais, fomos bem-sucedidos em lançar três jogos no 2º trimestre e também integramos um novo parceiro, o estúdio BeIngame. Nosso sempre crescente portfólio atinge novas audiências enquanto mitiga riscos característicos do negócio de games. Vamos seguir perseguindo nossos objetivos de acordo com o calendário de produtos para o resto de 2020 e para 2021, com mais de 15 novos títulos em produção. Estamos operando mais de 60 jogos em 190 países”, comentou Maguryan. “Embora seja esperado que o comportamento do jogador se estabilize e volte ao normal no 2º semestre, continuamos focados em entregar a performance financeira anual prevista inicialmente, que tem superado o ritmo de crescimento do mercado apesar do COVID-193”.

 

Comentários estão fechados.

Esse site usa cookie para melhor sua experiência Aceitar Leia mais

Nossa Política de Privacidade.